Transporte intermunicipal será proibido em cinco cidades do interior do Ceará

Transporte intermunicipal será proibido em cinco cidades do interior do Ceará

Cidade

Em Barbalha, Brejo Santo, Crato, Iguatu e Juazeiro do Norte, que estão sob isolamento social mais rígido, a serviço será interrompido a partir de segunda-feira (13).

Os cinco municípios da macrorregião de saúde do Cariri, no Ceará, que estão sob isolamento social mais rígido (Barbalha, Brejo Santo, Crato, Iguatu e Juazeiro do Norte) voltarão a ter o transporte intermunicipal suspenso. A decisão foi publicada neste sábado (11), em decreto estadual que mantém o ‘lockdown’ nas cidades. A medida entrará em vigor a partir da próxima segunda-feira (13).

Ceará chegam 135.861; são 6.842 mortes e 108.339 recuperados pelo Covid-19

Na sexta-feira (10), o serviço foi retomado em Juazeiro do Norte, com baixo fluxo de passageiros. A movimentação foi de apenas 10% do fluxo normal no terminal rodoviário, que foi reaberto. Outras cidades importantes do interior, como Iguatu, Crato e Sobral, mantiveram a proibição.

O decreto estabelece proibição dos serviços de transporte intermunicipal acontece “tanto para destino quanto para captação de passageiros”. A decisão, segundo o próprio governador Camilo Santana, vai de acordo com a manutenção do ‘lockdown’ nestas cinco cidades. “Nós temos acompanhando e o número de casos continuam subindo. Vamos manter nos principais municípios”, justificou.

A decisão, segundo o governador Camilo Santana (PT), vai de acordo com a manutenção do ‘lockdown’ nas cinco cidades. “Nós temos acompanhando e o número de casos continua subindo. Vamos manter [a proibição] nos principais municípios”, justificou.

O gerente da Auto Viação Metropolitana, a Via Metro, na região do Cariri, José Cláudio Maia, afirma que a empresa seguirá o que estiver determinado no decreto. “Nossa concessão é pública. Só voltamos porque foi autorizado”, ressalta. A empresa é responsável pelo transporte urbano de Juazeiro do Norte e intermunicipal, ligando a cidade aos municípios de Crato, Barbalha e Missão Velha.

Com frota reduzida em 30%, a Via Metro retomou suas operações no Cariri na sexta-feira, mas foi surpreendida com a proibição de entrar na cidade de Crato, tendo seus veículos bloqueados em uma barreira sanitária. “Foi um constrangimento para os passageiros, que tiveram que descer ou voltar para Juazeiro”, conta Cláudio.

Sobre as medidas de segurança para evitar o contágio pelo novo coronavírus, o gerente afirma que a empresa está orientando sobre “a obrigatoriedade das máscaras e disponibilizando álcool em gel”. “O único alerta é que a gente viu muitos idosos circulando”, observa.

Em Iguatu, na região Centro-Sul do Ceará, havia expectativa do retorno na segunda-feira, segundo a Cooperativa de Transporte Alternativo do Centro-Sul. O presidente da entidade, Francisco Souza, aponta que os motoristas enfrentam dificuldades, pois estão há 110 dias parados. “São 308 famílias afetadas, sem renda”. A Cooperativa atende 25 cidades e transporta, em média, 5 mil passageiros por dia. Fonte: Por Antônio Rodrigues, G1 CE

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.