Técnico Vadão, ex-seleção brasileira feminina, morre aos 63 anos

Técnico Vadão, ex-seleção brasileira feminina, morre aos 63 anos

Esporte

Profissional lutava contra um câncer no fígado, mas não resistiu

Morreu, nesta segunda-feira (25), o treinador de futebol Oswaldo Avarez, o Vadão, aos 63 anos. Ele passava por tratamento contra um câncer no fígado há cerca de 6 meses, mas não reagiu aos tratamentos e não resistiu à doença. Vadão era também ex-jogador de futebol e teve um currículo vitorioso como treinador de futebol, tendo passado por grandes times brasileiros e também pela seleção brasileira feminina.

Castanhão passou a liberar mais água para atender o Baixo Jaguaribe

Pela amarelinha, comandando o time de Marta e cia, conquistou duas Copas Américas e os Jogos Pan-Americanos de 2015, no Canadá. Pelo São Paulo, venceu um torneio Rio-São Paulo. Também teve grande destaque pelo Athletico/PR, onde venceu uma seletiva da Taça Libertadores da América e também um Campeonato Paranense. 

Vadão deixa a mulher, Ana Alvarez, e dois filhos. O velório e sepultamento serão reservados  à família e ocorrerão em Monte Azul Paulista, terra natal do treinador. Fonte: Diário do Nordeste.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.