Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus (Mt 13,47-53)

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus (Mt 13,47-53)

Religião

Glória a vós, Senhor.

Evangelho de Jesus Cristo: Naquele tempo, disse Jesus à multidão: “O Reino dos Céus é ainda como uma rede lançada ao mar e que apanha peixes de todo tipo. Quando está cheia, os pescadores puxam a rede para a praia, sentam-se e recolhem os peixes bons em cestos e jogam fora os que não prestam. Assim acontecerá no fim dos tempos: os anjos virão para separar os homens maus dos que são justos, e lançarão os maus na fornalha de fogo. E aí, haverá choro e ranger de dentes. Compreendestes tudo isso?” Eles responderam: “Sim”. Então Jesus acrescentou: “Assim, pois, todo mestre da Lei, que se torna discípulo do Reino dos Céus, é como um pai de família que tira do seu tesouro coisas novas e velhas”. Quando Jesus terminou de contar essas parábolas, partiu dali.

Palavra da Salvação.

Homilia

O Reino de Deus é o lugar que trata de cada um de nós para que possamos ser peixes de boa qualidade.

No final dos tempos, os anjos de Deus irão separar aquilo que é mau daquilo que é bom, o que é justo do que não é justo. O tempo da graça é esse, é tempo de nos convertermos. Pode parecer por fora, somente pelas escamas, que somos um peixe bom, mas não estamos vendo as coisas estragadas, injustas e malignas que estão em nós. Por isso, o Reino de Deus é aquele que acolhe a todos, mas é o lugar que trata de cada um de nós, para que possamos ser peixes de boa qualidade.

Se o Reino dos Céus é como um pai de família que tira do seu tesouro coisas novas e velhas, nós também temos que tirar as coisas novas para colocar para fora as virtudes, os valores e, ao mesmo tempo, repelir aquilo que é velho e não é de Deus, para que o que é d’Ele esteja acontecendo em nós.

Tire o que é velho e estragado, tire aquilo que não é a Palavra de Deus da nossa vida, para que possamos dar bons frutos de conversão. Que Deus nos abençoe!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.