Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo (Mt 12,46-50) Mãe e irmãos

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo (Mt 12,46-50) Mãe e irmãos

Religião

Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, enquanto Jesus estava falando às multidões, sua mãe e seus irmãos ficaram do lado de fora, procurando falar com ele. Alguém disse a Jesus: “Olha! Tua mãe e teus irmãos estão aí fora, e querem falar contigo”. Jesus perguntou àquele que tinha falado: “Quem é minha mãe, e quem são meus irmãos?” E, estendendo a mão para os discípulos, Jesus disse: “Eis minha mãe e meus irmãos. Pois todo aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus, esse é meu irmão, minha irmã e minha mãe”.

Palavra da Salvação.

Homilia

Fomos consagrados para nos tornarmos o lugar da morada de Deus, propriedade d’Ele

Quando a Mãe e os irmãos de Jesus se aproximaram e foram dizer isso a Ele, o Mestre respondeu com muita propriedade e categoria: “Quem é minha mãe? Quem são os que dizem ser meus irmãos?”.   

Não é simplesmente a condição sanguínea que coloca alguém próximo a Jesus. A familiaridade com Jesus se faz em levar a sério a Palavra do Pai, a Palavra da Verdade, em ouvir a Palavra e colocá-la em prática. É isso que nos faz irmãos do Senhor, é isso que nos faz próximos d’Ele, foi isso que fez de Maria esse templo do Senhor.

Mais do que escolhida, Ela foi fiel à sua escolha; mais do que ungida, Ela foi fiel à unção; mais do que consagrada, Ela levou a sua consagração a sério, o Seu compromisso de ser toda de Deus.

Apresentemo-nos, hoje, a Deus, a partir do nosso batismo para vivenciá-lo, vivê-lo na vida, na prática com o testemunho, com os bons exemplos e, sobretudo, levando Deus a sério na vida de cada um de nós, que Deus nos abençoe!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.