População deve se cadastrar para vacinação contra Covid-19 no Ceará

População deve se cadastrar para vacinação contra Covid-19 no Ceará

Saúde

Cadastro pode ser feito nos postos de saúde ou através do aplicativo ConecteSUS, do Ministério da Saúde.

Os moradores do Ceará que ainda não possuem cadastro no Sistema Único de Saúde (SUS) devem realizar o cadastramento para a vacinação contra a Covid-19. O cadastro pode ser feito nos postos de saúde ou por meio do aplicativo ConecteSUS, do Ministério da Saúde. A informação é da Secretária Executiva de Vigilância e Regulação da Secretaria de Saúde do Estado do Ceará (Sesa), Magda Almeida, que em entrevista ao Bom Dia Ceará na manhã desta terça-feira (12), afirmou que a medida é necessária para fazer o acompanhamento das pessoas vacinadas.

SUS terá exclusividade da vacina CoronaVac, afirma Ministério da Saúde

“O mais importante é que as pessoas que ainda não estão cadastradas no SUS façam esse cadastro. O Ministério da Saúde possui um aplicativo, o ConectSUS, para fazer o monitoramento dessas vacinas. Tanto das vacinas, como ela pode realizar o agendamento e o monitoramento das reações adversas. Por isso é importante que a população que ainda não se cadastrou que não tem o cadastro em uma unidade de saúde, que não tem o cadastro no SUS, faça isso o mais rápido possível para não deixar para última hora”

Segundo Magna, o cadastro poderá ser realizado no dia da vacinação, porém o recomendado é que as pessoas antecipem o processo para evitar aglomerações nos locais de vacinação. ” O mais importante é que esse cadastro seja feito previamente, para que a pessoa já possa agendar e se deslocar ao local de saúde somente naquele horário”, disse Magna.

‘Quando a vacina chegar ela será distribuída logo’

Ainda sem previsão de data para o início da vacinação, o Governo do Ceará solicitou 1,4 milhão de doses do imunizante contra a Covid-19 às farmacêuticas americana Pfizer e alemã BioNTech. De acordo com a secretária executiva de Vigilância e Regulação, a preferência é para a que primeiro estiver disponível para o Estado.

“A vacina do Ceará vai ser a que chegar primeiro. O importante é que a dose que a pessoa tome seja a mesma da segunda, então a gente precisa pensar um pouco nessa logística”, afirma Magda.

Ainda segundo Magda Almeida, a vacina será distribuída de forma igual para todos os 184 municípios cearenses, que possui em regionais uma rede de frios que devem guardar as vacinas. Tão logo as vacinas cheguem, serão distribuídas para às cinco regiões e, consequentemente, para as cidades.

“O nosso objetivo que ela [vacina] chegue a todos de forma igualitária em toda a rede. Nós temos rede de frios regionais onde são feitas a distribuição dos imunobiológicos. Os municípios então se deslocam para a rede de frios regional para fazer o abastecimento dos caminhões e levarem para os municípios. Então essa é uma logística que já existe. A gente não tem nenhuma mudança em relação a isso. Então quando a vacina chegar ela seja distribuída logo para as cinco regiões por seguinte aos seus municípios”, explica.

Como fazer o cadastro no SUS

De acordo com o Ministério da Saúde, para emitir um cartão SUS basta ir até à uma unidade de saúde ou à secretaria de saúde municipal.

É preciso levar RG, CPF, certidão de nascimento ou casamento e, caso tenha, número PIS/PASEP. Em algumas cidades, também é necessário apresentar comprovante de residência. O cartão fica pronto na hora.

É possível emitir uma segunda via em qualquer unidade de saúde. São necessários os mesmos documentos exigidos para a emissão da primeira via. Fonte: G1 CE.

Os comentários, são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.