PF faz busca e apreensão solicitados pela PGR e Moraes em inquérito sobre atos antidemocráticos

PF faz busca e apreensão solicitados pela PGR e Moraes em inquérito sobre atos antidemocráticos

PoliciaL

No total são cumpridos 21 mandados de busca e apreensão nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Maranhão, Santa Catarina e no Distrito Federal.

A Polícia Federal cumpre, na manhã desta terça-feira (16), mandados de busca e apreensão solicitados pela PGR (Procuradoria-Geral da República) e determinados pelo ministro Alexandre de Moraes, do STF (Supremo Tribunal Federal).

As medidas têm o objetivo de instruir o Inquérito que investiga a origem de recursos e a estrutura de financiamento de grupos suspeitos da prática de atos antidemocráticos.

No total são cumpridos 21 mandados de busca e apreensão nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Maranhão, Santa Catarina e no Distrito Federal.

Em uma rede social, o deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ) afirmou é alvo de busca da PF. “Polícia Federal em meu apartamento. Estou de fato incomodando algumas esferas do velho poder”, afirmou o parlamentar.

Outros alvos são o empresário Luis Felipe Belmonte e o publicitário Sérgio Lima. Os dois são ligados ao Aliança, partido que o presidente Jair Bolsonaro deseja criar. O primeiro é um dos financiadores e organizador, e o segundo faz campanhas publicitárias para o partido.

O blogueiro Allan Santos, também apoiador do presidente, divulgou que é um dos alvos e teve o celular e equipamentos de gravação apreendidos.

A operação da PF ocorre um dia após as prisões de um grupo que, segundo investigações, feia fez atos de ameaças ao Congresso Nacional e ao STF, dentre ele a líder do movimento “300 do Brasil”, Sara Giromini, conhecida como Sara Winter. Fonte Diário do Nordeste.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.