Evangelho de Jesus Cristo olhai a figueira

Evangelho de Jesus Cristo olhai a figueira

Glória a vós, Senhor.

Evangelho (Lc 21,29-33): Naquele tempo, Jesus contou-lhes uma parábola: “Olhai a figueira e todas as árvores. Quando vedes que elas estão dando brotos, logo sabeis que o verão está perto. Vós também, quando virdes acontecer essas coisas, ficai sabendo que o Reino de Deus está perto. Em verdade, eu vos digo: tudo isso vai acontecer antes que passe esta geração. O céu e a terra passarão, mas as minhas palavras não hão de passar.

Palavra da Salvação.

Homilia

Nós somos convidados por Jesus a ver os sinais que se descortinam no nosso tempo e época e a reconhecer nestes sinais a aproximação do Reino de Deus. O convite é para que repousemos o nosso olhar na figueira e nas outras árvores— “Olhai a figueira e todas as árvores” (Lc 21,29)— e para que fixemos nossa atenção naquilo que percebemos estar acontecendo nelas: “basta olhá-las para saber que o verão está perto” (Lc 21,30). As figueiras começavam a brotar. Os botões começavam a surgir. Não era apenas a expectativa das flores ou dos frutos viriam a surgir, mas sobretudo o prenúncio do verão, em que todas as árvores “começam a brotar”.

Segundo o Papa Bento XVI, “a Palavra de Deus impele-nos a mudar o nosso conceito de realismo”. Efetivamente, “realista é quem conhece o fundamento de tudo no Verbo de Deus”. Essa Palavra viva que nos indica o verão como sinal de proximidade e de exuberância da luminosidade é a própria Luz: “quando virdes acontecer essas coisas, ficai sabendo que o Reino de Deus está perto” (Lc 21,31). Neste sentido, “a Palavra já não é apenas audível, não possui apenas uma voz, agora a Palavra tem um rosto (…) que podemos ver: Jesus de Nazaré” (Bento XVI).

A comunicação de Jesus com o Pai foi perfeita; e tudo o que Ele recebeu do Pai, Ele deu-nos a nós, comunicando-se da mesma forma perfeita conosco. Assim, a proximidade do Reino de Deus, que expressa a livre iniciativa de Deus que vem ao nosso encontro, deve mover-nos a reconhecer a proximidade do Reino, para que também nós nos comuniquemos de forma perfeita com o Pai por meio da Palavra do Senhor, reconhecendo os sinais do Reino de Deus que está perto como realização das promessas do Pai em Cristo Jesus. Que Deus nos abençoe.

Entre e Participe: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.